Vereador Wilmar Sudoski, quer solução e regulamentação de casas do Núcleo Habitacional Menino Deus

por Assessoria de Imprensa última modificação 08/05/2019 16h40

Vereador Wilmar Sudoski, quer solução e regulamentação de casas do Núcleo Habitacional Menino Deus

De autoria do edil Wilmar Sudoski, durante a Sessão de terça feira (7), vai ser encaminhado ofício ao Prefeito Gilberto dos Passos, e ao Secretário Municipal de Habitação, Ivan Gomes da Silva, solicitando que seja realizado um levantamento dos imóveis do Núcleo Habitacional “Menino Deus” (antigo Mutirão). A solicitação pede o número de propriedades que foram até hoje legalmente documentadas e o número de imóveis que estão irregulares, e que o município auxilie dentro das formas legais os proprietários que precisam regularizar seu imóvel.

Em suas explicações, o autor do requerimento disse que é em prol dos moradores que foram até ele pedir ajuda para deixar em dia seus imóveis. Lembrou que em 1988 ainda no governo Klempouz as trezentas e onze casas foram feitas, em sistema de mutirão, os próprios moradores ajudando. Um processo longo, e que até hoje ainda temos algumas casas irregulares (documentação/registro), a associação/sociedade em uma época assumiu compromisso em regulamentar, algumas dessas casas foram regularizadas. “O que gostaria eu como vereador representante desse povo, é que o prefeito, o secretário de habitação e nos vereadores conseguíssemos nos reunir e resolver esses problemas de uma vez para que cada morador tenha sua matricula, e com isso as famílias tenham seu imóvel documentado, é um problema antigo, porém é nosso agora então vamos tentar resolver”, destacou Wilmar Sudoski.

Telma Bley, lembrou que em 2018 foi realizada visitas em todas as casas desse núcleo habitacional, tentativa da regulamentação e negociação das dívidas e de documentações pendentes. Telma ainda frisou que foi feito visitas em todos os loteamentos. Paulo Glinski, destacou que o ex-prefeito Orlando já o procurou, “o problema é realmente antigo, mas para aquela família que mora hoje e não tem a escritura é outro grande problema, e todos sabem como é ter um imóvel e não ter a escritura, não ter como provar que você é proprietário”, falou ele. Lembrou de uma dívida na Receita Federal da associação/sociedade, tivemos um momento que o executivo tentou através de um Projeto de Lei que seria feito o repasse de valores para associação quitar a dívida, mas teve um entrave legal e isso não aconteceu, “enquanto não for quitada essa dívida não vai caminhar esse processo” finalizou ele.

Célio Galeski presidente da casa legislativa, falou quem em 2014 enquanto secretário de habitação foi procurado pelos moradores para resolver esse e outros problemas, mas esbarra nessa dívida que ano a ano vai aumentado. Buscamos esses recursos com deputado Darci de Matos inclusive, mas não conseguimos repassar para associação/sociedade, legalmente não encontramos a saída. “Vamos encontrar uma saída com o esforço e união de todos, vamos reunir os moradores, temos que agir, movimentar os moradores ou vai passar os anos e ninguém vai resolver”, finalizou Galeski.

 

Informações para imprensa:

Joselito Beluk – Assessoria de Comunicação Câmara de Vereadores

Fone: (47) 3622-3396 / Whatsapp (47) 9-9986-6199

E-mail: imprensa@canoinhas.sc.leg.br

Nosso site: http://www.canoinhas.sc.leg.br

Facebook: https://www.facebook.com/camaracanoinhas/

Instagram: @camaracanoinhas

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.